Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

Podia dar para pior!

Esta semana comprei uma guerra em que, mesmo antes dela começar, já sabia que ia sair no prejuízo (brasileirando). A eterna questão de dar/doar/pôr no lixo coisas que deixaram de ser úteis. Numa outra vida, devo ter sido responsável por uma casa de velharias e/ou de antiguidades tal é a dificuldade que tenho em praticar o desapego às minhas coisas (entenda-se bugigangas, tralhas e roupas).

 

A questão é que neste momento somos quatro cá em casa e já não se trata SÓ das tais minhas coisas. Ter onde arrumar o quadruplo da tralha não é simples e, como sou eu que o faço, admito que não é de todo tarefa simples. Assim sendo, dou por mim a colecionar aquela pulseira feita por um dos meus filhos no primeiro dia da mãe passado na creche ou um simples bilhete (com dedicatória) que acompanhava um ramo de rosas vermelhas ... e não consigo virar-lhes as costas! Fico com a sensação que estou a trair as pessoas envolvidas naquelas histórias! 

 

Tenho muuuuuiiiiiita dificuldade em pôr no lixo essas "histórias". Mas, ando a tentar mudar. Esta semana tem sido o espelho disso. Fiz a seleção viável (para mim) mas não a desejável (para outros)! Hoje estou aqui inundada em remorsos a pensar na falta que me faz tudo o que já não mora aqui em casa! Talvez o melhor seria pensar em algumas sessões de terapia nas quais eu pudesse dizer "Olá, sou a Cátia, ontem mandei para o lixo um açucareiro que me saiu na quermesse das festas da aldeia em 1996 ... e estou verdadeiramente arrependida" 

 

Como se isto não bastasse, de vez em quando pisco o olho a algumas coisas que estão na casa dos meus pais, dou-lhes uma nova "roupagem" e utilizo cá em casa! 

 

Mais alguém assim por aí?

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

Alguém disse #5

"Fico sempre com esta ideia de que uma mulher vive relativamente bem consigo própria e com as suas fraquezas até ser mãe. Nesse momento, é como se um interruptor demoníaco se ligasse e ela fosse a correr pôr a capa da supermulher. Mãe que é mãe está convencida de que é um super-herói da banda desenhada, capaz de salvar as crianças de todos os males, capaz de desempenhar com mestria a sua profissão, sacar dos saltos-agulhas e ficar uma bomba sexual para um jantar a dois, conseguir ser a mãe doce e terna mas também exigente e implacável, boa dona de casa, cozinheira de mão-cheia, ginasta olímpica, amiga dos seus amigos, tudo em simultâneo, como se fosse um canivete suíço. Pois bem, tenho uma triste notícia para vos dar: ninguém consegue ser assim! Pelo menos não sempre, o tempo todo, 24 horas por dia, sete dias por semana. Há sempre um momento em que se falha numa das frentes. E ... (segurem-se) NÃO FAZ MAL!"

 

Conseguem adivinhar quem será a minha próxima entrevistada?

 

Dou uma pequena ajuda: é mãe de quatro e autora de um dos blogues mais lidos no país ...

 

Deixem os vossos palpites 😁

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

Liberdade de Pensamento

IMG_1203_Fotor.jpg

"A minha professora disse para pedir ajuda a um adulto nascido a 25 de Abril de 1974 para fazer estas palavras cruzadas sobre a liberdade e os cravos e Zeca Afonso e Grândola e espingardas!"

 

 

E convence-lo de que ninguém na família nasceu naquele dia mas que, ainda assim, podíamos ajudá-lo nas tais palavras cruzadas? 😁

 

Não foi fácil! 😁

 

 

 Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

Sugestão Saudável (53)

Post escrito pela nutricionista Liliana Janicas

 

 

A Sugestão Saudável já fez 1 ano!!

 

 

Foi em Abril de 2016 que começou o cantinho Sugestão Saudável aqui no blog A Rapariga na Aldeia!

18110794_120332000384374904_262465936_n.png

Após a Cátia me ter feito o convite se queria participar no blog, lançou-me o desafio de escrever um post semanal sobre alimentação/nutrição! “Algo simples mas elucidativo sobre alimentação...” palavras dela quando falámos pela primeira vez! Aceitei e estou muito contente com a minha decisão. Espero após 1 ano ter correspondido às suas expectativas. 😁

 

A todos vocês o meu muito obrigada, por lerem, por partilharem, por me permitirem escrever sobre um tema que é do meu agrado e o qual faz parte do meu trabalho diário. Espero continuar a partilhar temas do vosso interesse e ajudar alguns leitores! O feedback tem sido muito positivo e só posso agradecer por toda esta partilha e por tudo o que aprendemos uns com os outros!

 

Venha lá mais 1 ano, melhor, mais rico em ideias interessantes e úteis para o vosso dia-a-dia!

Vamos lá, juntos por uma alimentação melhor e mais saudável, melhor saúde, bem estar e melhor auto estima! 

 

Para terminar este post, partilho a receita de bolachas saudáveis!

 

 

Uma Macaca na Cidade (23)

Clube(s) de Leitura 

 

Desafiou-me a Rapariga a seguir o seu exemplo e inscrever-me no Clube de Leitura da Cocó… Que é um excelente incentivo para ler, pelo menos, um livro por mês. Sem dúvida que sim! A verdade é que ler faz parte do meu ADN e não preciso de grandes incentivos para ter a mesa-de-cabeceira a tombar de volumes ou um livro diariamente a fazer-me companhia na carteira. E pode não parecer, mas as moças da cidade são muito tímidas. Eu sou. E isto de ler, para mim, é um exercício/experiência muito pessoal/solitária/individual. Não me estou a imaginar numa sala com imensos estranhos a discutir coisas que por vezes são francamente íntimas. Nada contra, mas a mim faz-me espécie. 

 

Já escrever, é outra coisa… Vai daí, vou falar-vos do livro que acabei de ler há uns dias e de que a Rapariga aqui já falou em jeito de sugestão natalícia (se bem me recordo):

A Gorda, de Isabel Figueiredo. 

4cfpibemiljqbrfyqkogxcozo22.jpg

 

Posso dizer que me remeteu amiúde para a minha escritora portuguesa contemporânea de eleição – a Dulce Maria Cardoso – o que por si só é um ponto muito positivo. A escrita é crua como eu gosto, mas não tanto como a da Dulce Maria. Crueza contudo suficiente para me deixar com aquele nó permanente na garganta. 

O ritmo da escrita é incrível… A princípio parece tão simples (quase simplista), mas depois apercebes-te que estás sempre na iminência do choro, sem entenderes bem porquê... São a solidão, a insegurança e o desamor no feminino – fio condutor desta estória –, bem com as referências ao quotidiano e à contemporaneidade que fazem com que o leitor facilmente se identifique com esta personagem, com A Gorda. 

É uma leitura muito fácil e nada demorada, mas pesada e daqueles textos que ficam a remoer cá dentro (como eu gosto!). 

 

E vocês? O que andam a ler? 

 

Deixo-vos, a este propósito, um desafio que há algum tempo me foi feito no blog e que me deu um imenso prazer responder. AQUI e AQUI 

 

Rapariga, fico à espera das tuas respostas. Bem como do relato da tua experiência no Clube de Leitura da Cocó, vale?

roupa-para-bebs-na-fantasia-de-macaco-g-18919-MLB2

 

 

 

Pesadelo no Futebol

O que se está a viver hoje em dia em torno do futebol português é um autêntico pesadelo. Muito longe de se poderem considerar adeptos, os grupos terroristas que vemos nas notícias (pertencentes a claques organizadas ou não) espalham nas imediações dos estádios de futebol um cenário totalmente distorcido do que é um espetáculo desportivo. Um dos exemplos mais recentes aconteceu no passado sábado no grande derby da capital, Sporting-Benfica. 

 

Simpatizo com o Benfica desde sempre, nada fanática, e vivo com três sportinguistas! Até hoje nunca senti necessidade de apedrejar nenhum deles só porque são de um clube rival! Portanto, acho mesmo que a convivência entre clubes PODE e DEVE ser pacífica! 

 

Pois nada disso se tem visto no nosso querido futebol. Assistimos precisamente ao contrário de uma harmoniosa coexistência entre clubes rivais. Atropelamentos, agressões físicas, intervenção policial que culmina em detenções, arremesso de objetos e maus tratos às equipas de reportagens televisivas estão a tornar-se habituais em dias de clássicos! Alguém tem mesmo de intervir para que uma família, dita normal, consiga ir a um estádio de futebol sem temer agressões por parte de grupos vândalos, que não sabem agir de forma pacifica e ordeira perante o eterno rival! Creio que este tipo de pessoas (adeptos/claques) saem de casa, dirigem-se a um estádio de futebol para tudo, mesmo para tudo, menos para torcer pelo seu clube do coração ou para usufruir de um bom espetáculo de futebol. Estas "pessoas" deveriam ser severamente punidas senão mesmo proibidas de voltar a entrar num recinto desportivo! 

 

Mas, infelizmente, não é só nas imediações dos estádios de futebol que as rixas se fazem sentir. Todos sabemos que, do outro lado da barricada, ou seja, do lado dos dirigentes desportivos, não nos chegam grandes exemplos de fairplay! Seja através das conferências de impressa ou das redes sociais, a troca de acusações e de ofensas entre presidentes, treinadores e diretores de comunicação são por demais evidentes, totalmente desnecessárias e um péssimo exemplo do tal fairplay. Quem é que ainda consegue acompanhar a troca de galhardetes entre Bruno de Carvalho e Luís Filipe Vieira? Ou entre Jorge Jesus e Rui Vitória? 

Lamentável! 

 

Por fim, e a somar a todas estas relações já bastante desgastadas, temos a imprensa desportiva. Também ela a deixar-se contaminar por combates deprimentes em que, por vezes, até mesmo para o jornalista é difícil desempenhar o papel de moderador! Um Pedro Guerra, um José de Pina, um Rodolfo Reis e taaaannnnntos outros comentadores desportivos que esgrimam opiniões/visões de uma forma muito acesa nos canais nacionais são o exemplo de que, as televisões, estão a permitir o debate além da conta. Leia-se por "além da conta" agressões verbais gravíssimas!

Lamentável!

 

Quem gosta de debates/análises de futebol, é certo que tem muito por onde escolher, desde o formato mais "descontraído", como o Mais Futebol, ao mais "pacificador" Tempo Extra, mas quantidade não significa qualidade! 

 

Por tudo isto, e mais alguma coisa, o que se está a viver neste momento não é futebol, não são claques, não é benfica nem sporting! É sim o total desrespeito por tudo e por todos! Lamentável! 

 

E assim se consegue distorcer a imagem do futebol espetáculo! 

Lamentável, só para terminar!

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

Novas calças Levi's

Corriam os loucos anos 90, e era ver-me desesperada a implorar umas calças de ganga da Levi's aos meus pais! Velhos tempos em que uma pessoa queria emancipar-se e largar o fato de treino impermeável, desses que andam por aí a circular nas redes sociais! 😂Lembro-me de estar "quase sempre" disposta a ser uma boa menina para, no meu aniversário ou no Natal, merecer umas 501! Quem não, quem não?!!! 

 

Agora, em 2017, voltei ao mercado das gangas e percebi que, com a necessidade de se reinventar, a Levi's lançou estas calças atrevidas/arrojadas com fechos traseiros. Uma nova moda portanto! Não digo "desta água não beberei" até porque as acho giríssimas mas a verdade é que, quanto mais olho para este novo conceito de calças mais penso que uma pessoa, distraída numa fila a comprar um bilhete de cinema ou um pão, pode sofrer um golpe de malícia de um individuo xico-esperto e nem dar por isso! Deve ser desagradável, meia hora depois, perceber que está totalmente descomposta na retaguarda! 😂

calcas-com-rabo-a-mostra-da-vetements-e-levis-4.jp

vetemennts.jpg

 

 E não vale a pena dizerem que não pensaram o mesmo que eu! 😁

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

 

Feira dos Afectos em Montelavar. Eu Vou 😍

Mães e Pais que à sexta-feira começam a pensar onde levar a criançada no fim-de-semana... eis um evento este sábado 😁. Estão safos! 😁

thumbnail_Feira dos afectos - final-1.jpg

 

Abril é o mês da sensibilização para a prevenção dos maus tratos na infância e, em parceria com algumas entidades aqui da zona, a União de Freguesias de Almargem do Bispo, Pêro Pinheiro e Montelavar irá promover esta iniciativa no Jardim do Rossio. As entradas são grátis e há todo um programa que pode interessar às vossas crianças. Ora vejam:

thumbnail_Programa.jpg

Encontramo-nos lá 😍! 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

O que é bom é para se ver ☺️

Ontem vi a Dulce Pontes no Cá Por Casa, talk show apresentado por Herman José na RTP e devo dizer que continua querida, simpática e a cantar muitíssimo bem. Possivelmente (sem exagerar) não sabia notícias suas desde os meus dezasseis anos quando, no auge da sua carreira artística, cantou e encantou nas festas anuais aqui da aldeia. Mas, tal como eu, a Dulce Pontes cresceu e está assim...

IMG_1364.jpg

Como direi ...  uma versão exagerada de si própria. Muito cabelo. Muitos sinais no rosto. Muitas maminhas e muito decote! Também eu queria estar um pouco mais abundante e excessiva em algumas zonas do corpo que, no caso dela estão por demais evidentes. Se é que me faço entender!

 

E não fui só eu que reparei no par de pormenores mais salientes. O Herman José, um gentleman, em jeito de despedida expressou "felicidade em ter voltado a anichar-me no teu peito" (palavras dele). 😂

 

À parte disso, gostei de a ouvir cantar depois de tantos anos passado desde aquele concerto memorável em mil novecentos e qualquer coisa e isso é que importa! 👏

 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

Obrigada Equipa Sapo

Esta semana, a plataforma Sapo, onde este blog está alojado, fez pequenas alterações na página Estatísticas de maneira a fornecer mais dados e funcionalidades aos "seus" bloggers. A partir de agora, ficamos a saber as visitas e visualizações ao blog no próprio dia e a localização geográfica (países e cidades portuguesas) de onde nos chegam mais visitas. Curiosidades que até então o concorrente google analytics dava conta!  

 

Contudo, o acesso a este tipo de informação, faz-me ficar com uma ligeira impressão de que, por exemplo, o pessoal da Arábia Saudita, Austrália ou até mesmo da Polónia veio cá parar por engano! É que não consigo sequer imaginar outro cenário aceitável! Pessoas da Noruega, como é? tudo bem? então e o bacalhau? (um ótimo desbloqueador de conversa). 

 

Perante esta tabela, talvez seja melhor pensar em traduzir os meus textos assim para uma língua mais universal, que eu domine bem, tipo ... inglês  só para nos entendermos na perfeição! 

Captura de ecrã 2017-04-19, às 16.36.20.png

 

Há uns dias o post Vamos lá desfazer mitos sobre a aldeia foi destacado na página principal do Sapo e claro, as visualizações desde esse dia até agora têm sido muuuiiiito superiores ao habitual! Obrigada Sapinho. À conta desse valente empurrão A Rapariga na Aldeia ultrapassou as 100.000 visualizações 🎉🎉🎉 e ficou muito feliz por esse pequeno feito! 

  

Agora um pouco mais a sério. Obrigada a toda a equipa Sapo pela capacidade de resposta a todas as minhas solicitações (e olhem que são mesmo muitas pois sou uma verdadeira nódoa em programar "coisas") e ainda pelo constante esforço em acompanhar as exigências da blogosfera. Thank you Sapo. És grande! 🐸

 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

Pág. 1/3

A Blogger

Sigam a Rapariga

Follow my blog with Bloglovin Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D