Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

Ouvir a rádio errada!

Que uma pessoa (eu) não caminha para nova, já se sabe, não é preciso mais nada para além de um espelho em casa para se ter a real noção. É o chamado "ver para crer". Mas também não é preciso os animadores da Mega atirarem esse facto incontornável à cara de uma pessoa! Ora vejam só algumas frases que por lá passam:

"tens de recuperar aquela nega?"

"são cinco da tarde e só agora conseguiste acordar?"

"levaste tampa do amigo?"

"o namorado pediu um tempo?"

"só mães e avós é que usam o face!" 

"então, para este sábado à noite já tens planos?"

"e ontem, sexta, foi curtir bué até ser dia?"

Admito que não sou, de todo, o público-alvo! É com muita dor que chego a esta conclusão. 😢! Reparem: possivelmente não durmo até às cinco da tarde há uma década; não estudo, logo não tenho negativas para recuperar; basicamente já não há grandes noitadas todos os sábados à noite na discoteca x ou y (escrevi x ou y porque não faço ideia o que é que está a "bombar" na noite em Lisboa) e uso o face que, ao que dizem, já só é utilizado por mães e avós 😡! 

 

Meus queridos animadores da Mega:

Agradeço-vos o belíssimo trabalho que fazem, os meus filhos são vossos mega-fãs. Vocês são "impecs, bué fixes, tipo curtidos, altamente animados e ainda tratam as redes sociais por diminutivos" mas, sempre que eu andar sozinha de carro, vou trocar-vos por uma rádio da concorrência que, no mínimo, me trate por "você"!!! 

Só o Zambujo para me salvar!

Os meus serões de domingo são, como já tive oportunidade de desabafar AQUI, assistir ao Agarra a Música da SIC com os meus pequenos companheiros. A verdade é que ontem estava particularmente em esforço, com algum frio à mistura e sem disposição para tanta confusão. Mas, alguém achou por bem atribuir-me uma recompensa pelo meu empenho e enviou o ... António Zambujo. Chegou, cantou, encantou e claro, salvou-me a noite! Conseguiu aquecer-me, esqueci o frio durante a sua atuação. Para além disso, acalmou os concorrentes do programa (sim, que aquilo é um desassossego pegado!), os meus filhos fizeram silêncio (coisa rara) e eu esbocei um sorriso tolo que, de resto, acontece sempre que ouço as suas canções. 

 

Foi mesmo um dos melhores momentos do nosso domingo, senão mesmo o melhor! 

 

Ao António Zambujo...

queria pedir-lhe que, naquele momento, tocasse e cantasse só para mim porque só eu merecia ouvir tão delicioso sussurro. Porque só eu devia ser embalada por aquela melodia doce. Porque só eu era digna da sua exclusividade para degustar e apreciar ao segundo cada sílaba, cada palavra, cada frase que ele canta/fala! Mas possivelmente estaria a ser demasiado egoísta e acabei por não lhe dizer nada do que tinha idealizado! Pena! 

Agarra_Musica009_resized-750x501.jpg

E depois continuou a habitual algazarra à qual o meus filhos ainda acham piada! 

Com ou sem La La Land, que seja um fim de semana romântico!! ♥️

Tudo aquilo que li e ouvi sobre o filme La La Land não fizeram com que agendasse para amanhã uma ida ao cinema. Muito pelo contrário! De maneira a não chorar esse dinheiro vou esperar para ver em casa e formular a minha crítica só daqui a alguns meses! Mas enfim, musicais não são de todo o meu amor de perdição!

 

Para já, e não querendo ver este "casal" noutro registo, fico com a memória de Crazy, Stupid, Love, uma comédia romântica, lamechas, de domingo à tarde em que Ryan Gosling e Emma Stone dão vida a duas personagens engraçadíssimas. Ele, um mulherengo, exibicionista e cheio de saúde 😊, focado em levantar a auto-estima de um quarentão à beira do divórcio quando, se cruza com ela e, quem sabe, começa a acreditar no amor! 

9f9eae398105089a1c7b6457c83e217c.gif

Afinal, quem não gosta de uma boa história de amor com dicas de um expert em mulheres à mistura? Todos não é! Então temos programa p'ra menina e pr'o menino

 

Quem viu este filme há seis ou sete anos? Gostaram?

 

Bom fim de semana 😍

 

 

Sugestão Saudável (40)

Post escrito pela nutricionista Liliana Janicas

 

Frutos oleaginosos... bens essenciais!

16358412_10212244881024117_1114040881_n.png

 

Nozes, amêndoas, avelãs, pinhões, cajus, amendoins, pistachos, castanhas-do-Pará… são conhecidos como frutos secos, mas são classificados como frutos oleaginosos, devido ao seu teor em gordura. Também são chamados de pequenas maravilhas, uma vez que o seu consumo tem inúmeros benefícios para a saúde, devido à sua riqueza nutricional (gordura insaturada, fibra, vitaminas, tais com B1, B3, B6, E e minerais, tais como potássio, magnésio, fósforo, ferro, cálcio e zinco), variando um pouco a quantidade destes nutrientes consoante o fruto.

 

 

Quem nunca fez "cara de Melania" que se acuse!

Acredito que existam vídeos em melhores condições mas este corre por aí e, portanto tem direito a correr também por aqui ... A cara infeliz da Melania Trump na tomada de posse do marido Donald Trump como Presidente dos Estados Unidos da América. Calculo que não esteja a dar-vos nenhuma novidade mas, para quem não viu, eis os virais oito segundos ...

 

Basicamente, a Melania Trump muda a expressão facial em dois segundos.

Nada mais do que isso! Simples e fácil! Creio ser precipitado dizer que está numa infelicidade difícil de disfarçar ou chamá-la de pobre coitada por aturar aquele texugo agora ainda mais poderoso! Vamos com calma, não tenhamos pena! Ela ainda só não está devidamente treinada para lidar com o seu novo título! Precisa de mais tempo, certamente! 

 

E agora pergunto eu ...  Quem nunca mudou a expressão em dois segundos? Quem nunca fez o mesmo a um pedido do chefe mal disposto, ao marido, aos sucessivos avisos da mãe, aos filhos, ao professor insuportável, à tia chata que precisa urgentemente de ter razão em todo e qualquer assunto, às teorias da sogra, a um amigo xico-esperto que não pode ser contrariado, a uma daquelas mães-sabe-tudo-sobre-bebés quando tece comentários desnecessários sobre como devemos tratar o nosso ... 

 

Quero com isto dizer que todos nós já fizemos, pelo menos uma vez na vida, uma expressão facial parecida à da Melania mas, infelizmente, ninguém registou esse nosso momento de glória! O que é uma pena! Juro que gostava de ver as alterações no meu rosto quando dizem "estás muito magra, devias comer mais". 

Uma Macaca na Cidade (11)

Aviso: esta crónica cheira mal! 

 

Que me desculpem os mais sensíveis, mas preciso desabafar sobre um tema que me anda a consumir. Cocó. Mais concretamente cocó de cão. Em particular, nos passeios do meu bairro. No geral, pelas ruas da cidade. 

 

Não há como escamoteá-lo: este é, talvez, o grande senão da freguesia que habito (o estacionamento selvagem é outro, mas isso ficará para uma outra crónica). Por ser um bairro onde há vivendas, o número de animais de estimação, nomeadamente cães, é particularmente elevado. Mas, quando falamos de dejetos de animais na via pública o problema não são os cães, mas sim os donos. Tenho um vizinho, ouvi dizer, que chega ao cúmulo de abrir o portão de casa para o cão ir fazer as suas necessidades na esquina da rua (à sua porta é que nem pensar! Já na dos outros não faz mal!). A sorte dele (dono) é nunca o termos apanhado em flagrante! 

 

Será possível que as pessoas gostem de ter cocós de cão malcheirosos mesmo à porta de casa ou a “enfeitar” a rua onde moram? Não quero imiscuir-me nas preferências de ninguém, mas eu cá não gosto. Aliás, detesto! E não estou a falar de um cagalhão pontua e inadvertidamente “esquecido” no passeio, minha gente! Eu refiro-me a inteiras pistas de obstáculos, verdadeiros campos minados! 

thumbnail_20170124_084318.jpg

 

A frase que mais repetimos, quando saímos de casa em família, é: “ALERTA COCÓ”! Um grito de desespero treinado desde a mais tenra idade, que nos tem poupado muitas chatices. Se andar a pé nestes passeios quase parece uma prova dos Jogos-Sem-Fronteiras, entrar no carro sem surpresas desagradáveis é digno de uma medalha. A coisa piora quando saímos de casa com o carrinho de bebé… Nesse caso, livrai-nos de levantar os olhos do chão! 

 

Lá em casa temos dois cães e o saco de plástico no bolso é o nosso melhor amigo quando vamos passeá-los. O que é que custa, muito sinceramente? Juro que não entendo. Até o meu filho de seis anos há muito que já percebeu. 

Se não querem levar um sermão de uma criança de seis anos (que também faz questão de apontar para todos os carros que vê indevidamente estacionados em cima do passeio) – ou de uma família farta de (vizinhos) cocós – é favor apanhar os dejetos do vosso animal. Está na lei! E é punido com uma coima de mais de 200 euros

 

Aos que continuam a não fazê-lo, desejo que um dia acordem com o chão do quarto forrado a cocó de cão! E não me venham com essa treta de que pisar merda (podemos dizer asneiras no teu blog?) é sinal de dinheiro… senão lá em casa já éramos multimilionários!

Eles "Agarrados à Música" e eu nem por isso!

Definitivamente, os meus filhos estão "agarrados" ao Agarra a Música aos domingos à noite! E perguntam vocês que só vêm televisão da boa e não deixam este tipo de programas entrar nas vossas casas, o que é o Agarra a Música?

 

Trata-se de um programa de entretenimento da SIC apresentado por Cláudia Vieira e João Paulo Rodrigues que consiste num quiz show musical disputado por duas equipas (uma liderada por Luciana Abreu e a outra por Rui Unas). Portanto, para quem nunca teve oportunidade de ver, imaginem a Luciana e o Unas num frente-a-frente na tentativa de provarem quem é o mais culto musicalmente! E mais não digo! Quer dizer, acho que não há mais!!!!! 😁😁 Para além de serem adversários, é visível durante TODO o programa troca de beijos, abraços e danças sensuais entre os concorrentes! Ahh, e o João Paulo Rodrigues constantemente a elogiar os atributos físicos da Cláudia Vieira! Mas estas partes julgo que os meus filhos não percebem. Riem-se imenso porque todos se riem mas não alcançam as piadas atrevidas! 

 

Basicamente, acho o programa fraco, bem fraquinho mas, como é divertido, tem gente simpática e música é mais que suficiente para "agarrar" os meus filhos! E eu?

Eu tenho de estar presente para dar um help nas questões relacionadas com músicas dos anos 80 e 90, por motivos óbvios!! E também porque, para mim, estar no sofá, ao domingo à noite, com eles e com um mega cobertor é sempre bom, independentemente do programa televisivo! Um dia, aos poucos, eles começam a dispensar a minha companhia. O melhor é aproveitar cada minuto destes serões!!! 

 

Assim sendo, próximo domingo lá estamos nós de cara alegre ... e DJ Agarra a Música!

starsonline_51-1292.jpg 

 

Pág. 1/3

A Blogger

Sigam a Rapariga

Follow my blog with Bloglovin Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D