Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

À segunda-feira

Aproveito a boleia da pequena birra típica deste dia e resolvo assuntos pendentes vai para muito tempo! Era suposto ter resolvido na passada sexta-feira mas faltou a coragem e para além disso ninguém me levou a sério. Portanto, hoje, e de uma forma bastante mais efetiva dou sumiço aos berbicachos, aos casos mais bicudos que todos cá em casa andam a empurrar com a barriga vai também para muito tempo! Há que inverter esta tendência senão os nervos consomem o pouco que resta de Cátia! 

 

Não sei se a segunda é o dia da semana ideal para estas resoluções. Acham que é? O que sei é que estou a modos que enfurecida por causa de meia dúzia de fulanos que resolveram não cumprir as suas obrigações! Neste momento, estou em linha há vinte minutos para saber do paradeiro de uma encomenda! E querem saber o que é que acontece quando um infeliz qualquer atender a chamada? Querem mesmo saber do que sou capaz de lhe dizer numa segunda-feira mal resolvida consequência de uma noite mal dormida?

Possivelmente nada! 

 

E a minha vida podia resumir-se a isto! 

 

     Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

Quem sai aos seus

Não consigo zangar-me com a minha filha Maria quando percebo que estourou uma parte significativa do saldo do seu cartão escolar na papelaria da escola. Isto porque sei como é invencível o vício das canetas, dos lápis e lapiseiras, dos cadernos grandes, pequenos, de capa rija ou plástica, das canetas, estojos, capas, pastas e pastinhas, marcadores e ... canetas. Já tinha dito canetas?? 🖍🔖📗🖋✏️📕📚🖋✒️😁

 

Confessou-me que um dia destes, como não tinha nada para fazer no intervalo, foi dar uma espreitadela ao que havia de novo na papelaria! E lá veio com uma caneta preta mas, atenção, uma caneta preta de bico fino. Mais uma vez, não a censurei! ♥️

 

Assim sendo, posso dizer que eu e a minha filha Maria estamos para as papelarias como o presidente Marcelo está para as farmácias! 😁

 

    Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

O novo Iphone X (grande em tudo, incluindo no preço) 😡

Escreve um jornalista, de um influente jornal da nossa praça, as grandes novidades do novo Iphone X (dez). Destaque para o reconhecimento fácil, câmaras de grande qualidade, animojis (emojis animados), carregamento sem fios, ausência do botão Home e mais uma série de tecnologia que não sei nem dizer o nome! Porém, como não há bela sem senão, trata-se do Iphone mais caro de sempre - 1179 euros (preço base em Portugal)! 

 

É aqui, que eu, assim logo à cabeça e sem mais demoras, estou fora!! Com muita pena porque, enfim, aprecio bastante estes telefones otimizados (como gosto de lhes chamar) mas o vil metal encarrega-se de me pôr no devido lugar!

Ó vidinha de pobre com olhos de rico!!! 😡😡

gettyimages-846148982.jpg 

E vocês, acham desperdício de dinheiro um telemóvel a mil euros ou consideram que faz sentido este valor? 

 

 

   Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)  

Sugestão Saudável (69)

Post escrito pela nutricionista Liliana Janicas 

 

Retenção de Líquidos

21850447_10214656046381744_1025796052_n.png

 

Este é um problema comum para muitas mulheres, sentem-se “inchadas” principalmente ao final do dia. Referem que bebem água mas não eliminam. Geralmente piora no Verão, devido ao calor, mas pode estar associada a outros problemas de saúde ou a algumas doenças.

 

Geralmente há um desequilíbrio no organismo e uma das formas que ele tem de reagir é acumular água em certas zonas — daí que a retenção seja frequente nas mulheres no período pré-menstrual. Os líquidos acumulam-se no tecido subcutâneo, normalmente nas pernas, tornozelos, mãos, pés e abdómen, provocando edema, sensação de pernas pesadas, desconforto e por vezes um ligeiro aumento de peso (cerca de 1 a 2 Kg).

 

Existem várias situações que podem causar retenção de líquidos, como por exemplo: as alterações hormonais, a genética, a falta de exercício, a pouca ingestão de líquidos ou a nossa alimentação, principalmente o consumo elevado de sal, uma vez que este dificulta a eliminação da água do organismo.

 

Mas segundo alguns estudos há mais fatores na origem da retenção, e podem ser coisas simples como: roupa demasiado apertada, ficar muito tempo sentada ou em pé, stress, ansiedade, temperaturas muito elevadas, pressão atmosférica (andar de avião). Existem situações mais preocupantes e que devem ser avaliadas pelo médico, pois a retenção de líquidos é um sintoma de outro problema como por exemplo o hipotiroidismo, insuficiência renal, cardíaca ou problemas circulatórios.

 

Como identificar a retenção de líquidos?

Em muitos casos há um teste fácil de fazer em casa e que ajuda a perceber a olho nu se sofre, ou não, deste problema. Geralmente, a maioria das mulheres consegue perceber os sinais do “inchaço” em zonas mais suscetíveis, como as pernas. Se comprimir ou apertar de forma contínua a pele das pernas e, quando soltar o dedo, ficar marcado, doer ou a pele demorar algum tempo a voltar ao normal, é porque está a reter líquidos nessa zona. 

21903630_10214656089982834_1243224161_n.png

 

O que fazer para melhorar a retenção de líquidos?

Apesar de parecer um paradoxo, ingerir líquidos, vai ajudar o corpo a eliminar de forma mais eficaz as toxinas acumuladas, melhorando assim a retenção.

  • Beber muita água, infusões e chás ao longo do dia (deve beber diariamente 1,5L a 2L água/dia).
  • Consumir  muitos vegetais, saladas e legumes, leguminosas, frutos secos e fruta (pois são alimentos ricos em água, vitaminas, minerais (como o potássio) e antioxidantes.
  • Praticar atividade física com frequência, ser mais ativo e evitar o sedentarismo, pode ser uma caminhada de 45min- 3/ semana.
  • Drenagens linfáticas, drenantes e chás diuréticos podem ajudar quem tem dificuldade em eliminar os líquidos do organismo. A cavalinha e dente de leão têm propriedades diuréticas, mas devem ser utilizados sempre com moderação! Sempre que tomar um drenante procure aconselhamento de um Profissional de Saúde para garantir que pode tomar aquele suplemento alimentar, lembre-se sempre que apesar de ser composto por plantas não são indicados para todas as pessoas,  principalmente se tiver outras doenças!
  • Diminuir drasticamente o consumo de sal. Segundo a OMS, o máximo de sal que devemos consumir por dia ronda os 5g, apesar de haver estudos que referem consumos de 10 a 12 gramas.
  • Evite charcutaria e alguns queijos,  alimentos pré-preparados e fast food. Lembre-se que muito do sal que consumimos está escondido nestes alimentos.
  • Mantenha um peso saudável e emagreça se tem excesso de peso.

21848984_10214656743479171_1699128140_n.png

 

Cumprimentos saudáveis,

15175450_10211532755061413_1171191621_n.jpg

 Liliana Janicas

Uma Macaca na Cidade (39)

Macaquinha das Feiras

 

Se há coisa que adoro nesta vida são mercados e feiras, dos mais tradicionais e genuínos, com bancas de produtos artesanais, alumínios e cerâmicas, cestaria e olaria, peixeiras e ciganas a apregoar, freguesia autêntica e variada…

 

Uma memória de infância que guardo com carinho são as idas anuais à Feira da Luz. Acho que esta foi, muito provavelmente, a primeira feira que conheci e a que fui, na altura pela mão dos meus pais. Lembro-me como se fosse hoje das luzes e do som dos carrosséis, do cheirinho das pipocas e do algodão doce, dos peluches gigantes e dos sapatos todos ao molho. Não esqueço a fartura gorda com a inigualável combinação de açúcar e canela, que acabavam por ir para casa comigo, agarrados à malha do casaco e aos cabelos…

 

Pelas mais diversas razões, foram muitos os anos que estive sem voltar a esta feira. Mas ela esteve sempre lá, todos os anos, igual a si própria, genuína, ainda que com algumas alterações e melhoramentos ao longo do tempo. Este ano, a grande novidade da Feira da Luz foi a possibilidade de fazer uma “viagem” num balão de ar quente. O palco de enormes dimensões, para atuação de artistas de renome, também constituiu para mim uma surpresa. De resto, a mesma dinâmica de sempre: os ténis “Ardidas”, as malas “Xanel”, o riso das crianças nos carrosséis…

 

A mim, que regressei passados tantos anos, a feira pareceu-me ter encolhido. Mas o Largo da Luz (Carnide, Lisboa), onde ela decorre, não mudou de tamanho. Eu é que cresci… Mas posso garantir que a felicidade com que me lambuzei com os churros quentinhos, essa é exatamente a mesma que sentia na infância!

 

A Feira da Luz vai estar aberta até ao próximo dia 24 de setembro, por isso não percam!

Ainda há muito para ver neste evento que, para mim, marca o final do Verão.

  

PS – foi preciso ir à Feira da Luz para matar ESTE DESEJO!

  

roupa-para-bebs-na-fantasia-de-macaco-g-18919-MLB2

 

O dia em que arriscámos fazer canoagem

Se alguém ousasse dizer-me "um dia vais fazer desportos radicais nas férias!", eu, inevitavelmente, troçava com o autor do comentário! Algum dia, pensava em dedicar o meu precioso tempo de férias a experiências destinadas a pessoas que, no meu entender, não sabem estar quietas a apanhar banhos de sol na praia? Era preciso estar a ficar maluca para alinhar em tais desvarios. Eu, desporto e férias! Haverá conjugação mais improvável?

 

Pois é, pois é, tudo indica que enlouqueci ... esta rapariga que hoje vos escreve dedicou um dia das suas férias a fazer canoagem em família! Está zero arrependida e já pensa em repetir a experiência. É caso para dizer - as voltas que a vida dá! 

 

Foi neste sítio paradisíaco Azenhas da Seda - Aquaturismo no Alentejo que encontrámos as paisagens que podem ver nas fotos. Como é bonito o nosso país! Reconheço que estava bastante apreensiva relativamente ao local pois isto de reservar online tem os seus riscos. E, à medida que percorríamos quilómetros pelas estradas alentejanas, menos convencida eu estava de que iríamos encontrar água suficiente para a dita canoagem. A verdade é que encontrámos e foi um momento único em que nós os quatro fizemos silêncio, para não contrastar com a paz do sítio, e dissemos em uníssono UAU!  

IMG_1905.jpg

 

 

Querido, forrei os miúdos 👩‍👧‍👦

Estás a ver aquele papel autocolante transparente de forrar livros?

Pois é, hoje dei-lhe uma nova utilização. Forrei os miúdos! 

Dito assim, pode até assustar-te mas a verdade é que foi um processo divertido. Eles adoraram e ficaram visivelmente fascinados com a genialidade da sua mãe! Mas, homem, não te inquietes, ao nível da estética, nada se alterou. Os teus rebentos continuam giros nas horas e, claro, que eu não brinco em serviço, sem aquelas bolhas que inevitavelmente se alojam nos manuais escolares! Agora que o inverno espreita acho que até foi uma bela iniciativa. Escusam os miúdos de levar chapéus de chuva e esses acessórios de proteção que, como sabemos, odeiam usar e esquecem-se deles em todo o lado! Desculpa não ter ligado para saber a tua opinião mas, sabes como são estas coisas com as crianças, é tudo para ontem, de maneira que quando vi, tão depressa estava a forrar o último manual de matemática da Maria como já estava o Francisco (quer sempre ser o primeiro) deitado em cima da mesa à espera de ser forrado! Sei que confias em mim no que respeita os trabalhos manuais, de maneira que quando chegares a casa logo vês as minhas obras ... 

 

Ah, e já agora, se me aproximar de ti com o tal rolo de papel autocolante já sabes o que fazer caso não queiras ficar como os teus filhos - run forrest run!! 

 

Beijinhos

Até logo

Cátia 

 

P.S. - pensei em forrar o teu carro mas não tinha papel suficiente!

(😂😂😂 agora sim, assustei-te 😂😂😂)

 

 

   Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)    

 

Acampar, eu? Não obrigada!

Chamem-me o que quiserem - esquisitinha armada em finória, menina queque ou snob (mais que isso também não vale a pena, ok?) mas a ideia de acampar não me seduz minimamente. 

 

Acontece que este verão estive muito próxima de campismo, num sítio absolutamente fantástico no Alentejo chamado Azenhas da Seda, não para acampar mas para fazer canoagem. Ainda se colocou a hipótese de passarmos a noite numa tenda (como se vê na foto) mas, o parque de campismo, que dispõe, se não me engano, de dez tendas, estava lotado! Dadas as circunstâncias fizémos aquilo a que nos propusemos  desde o início - canoagem - mas deu para sentir o campismo ... e perceber que não nasci para aquilo! 

Escapadinha_315_1.jpg

Depois da canoagem em família vimo-nos obrigados a tomar um duche nos módulos de wc do parque de campismo pois estávamos ensopados, incapazes de fazer a viagem até casa (não caímos da canoa mas molhámo-nos como se o tivéssemos feito). E foi neste momento que percebi a dificuldade que tenho em gerir tão estranho conceito de banho! Aquilo é tudo muito bonito, sim senhor, o contacto com a natureza, e a vida ao ar livre (coisa que não sinto falta), mas para mim não dá, não é prático nem confortável ter a casa de banho a 300 metros do quarto da tenda. É-me suficiente saber que existem parques de campismo maravilhosos como o Azenhas da Seda, que proporcionam experiências e paisagens absolutamente únicas a quem os procura mas acartar toalhas, bolsas e chinelos até ao wc é, para mim, simplesmente um incómodo! 

 

O que vale é que não estava sozinha nas esquisitices. A minha equipa também levantou mil entraves nas tais casas de banho ao ar livre. Percebemos que há tooooddddoooo um conjunto de coisas de campismo para as quais não estamos minimamente despertos. Os meus filhos, que ainda hoje recordam alegremente esse dia, faziam perguntas descabidas durante o banho e eu aí fiquei com dúvidas se eles viviam mesmo aqui na aldeia!!!!!! 

 

Ali, e em todos os parques de campismo, a palavra de ordem é descomplicar e eu tenho alguma dificuldade em conjugar esse verbo! Eu descomplico. Tu descomplica. Ela descompliiicacaca! Estão a ver? Não consigo!!! 

 

Ah, e não me venham com as tretas do "amor e uma cabana" que, depois desta pseudo-experiência de campismo, só alinho nesses romantismos se a casa de banho estiver colada à cabana!!

 

Sobre a canoagem propriamente dita percebi que também não levo jeito mas com treino a coisa compunha-se!

Num próximo post relato a experiência maravilhosa ... 

♥️

 

   Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)  

A Blogger

Sigam a Rapariga

Follow my blog with Bloglovin Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D